Início Gerais Criança foi estrangulada por adolescente após tentativa de estupro, diz delagado

Criança foi estrangulada por adolescente após tentativa de estupro, diz delagado

208
0
COMPARTILHAR

Responsável pelas investigações, André Luiz Novelli Lopes, revelou os detalhes do crime durante entrevista coletiva.

Polícia suspeita que criança achada morta em telhado foi assassinada

Corpo foi jogado em detalhado de casa vizinha de onde mora o pai do autor

O delegado André Luiz Novelli Lopes, responsável pela investigação da morte do menino Vitor Figueiredo Rodrigues Peixin, de 10 anos,  em Nova Andradina, concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira (14). Ele revelou que o adolescente de 17 anos, apreendido depois que o corpo da criança foi encontrado, confessou ter estrangulado a vítima depois de não ter conseguido abusar da criança sexualmente. Segundo o delegado, o estrangulamento ocorreu porque Vitor reagiu às agressões, se debatendo e chorando.

O menino estava desaparecido desde a manhã de domingo (11). Segundo o Boletim de Ocorrência, o padrasto do garoto contou que havia cortado o cabelo dele, que em seguida tomou banho e disse que iria para a casa da avó, comemorar o aniversário dela. Após isso, foi a vez de o padrasto entrar no banheiro, momento em que ouviu um barulho no portão,  depois o menino não foi mais visto.

De acordo com o delegado o adolescente cruzou com a criança enquanto Vitor seguia para a casa da avó. O rapaz prometeu que daria um tênis ao menino para convencê-lo a ir com ele para a casa do pai, que estava vazia. O rapaz chegou a tirar a roupa da criança, mas não conseguiu cometer o estupro e a estrangulou. Para se livrar do corpo, o autor o jogou no detalhado de uma casa vizinha. Ao ser ouvido, o adolescente declarou que passou a madrugada de sábado para domingo na balada no Distrito Industrial e ao amanhecer se dirigiu ao Bairro Argemiro Ortega, onde mora o seu pai.

O delegado afirmou ao site Nova News que não houve negligência da família que todos estão muito chocados com “este crime bárbaro”. “Isso prova que é o tipo de crime que pode ser cometido por qualquer um e contra qualquer criança”. De acordo com o Novelli, o local e a maneira como o corpo foi descartando indicaram a polícia que o crime poderia ter sido cometido por alguém que morava no bairro. O adolescente deverá ser recambiado à UNEI de Dourados onde deverá permanecer internado provisoriamente pelo ato infracional cometido.

 

O corpo

O corpo de Vitor estava perto de uma antena parabólica existente no telhado do imóvel e acabou sendo localizado por populares, em virtude do mau cheiro.  Uma moradora do bairro teria sentido odor forte vindo do telhado e pedido a um adolescente de 15 anos que verificasse do que se tratava. Ele subiu no local e encontrou o cadáver já em estado de decomposição.

A moradora da casa onde o garoto foi encontrado disse que viaja constantemente e que no final de semana não estava no imóvel, pois havia ido para Dourados. Ela disse que chegou na segunda-feira (12) à noite e, apenas na manhã de ontem (13) percebeu que havia algo estranho no telhado.

fonte: NOVA NEWS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here